terça-feira, 23 de maio de 2017

Vereadora Dyana tem irmã contratada por 12 mil reais

Um dos problemas que mais afetam o Brasil e o mundo, sem dúvidas é a concentração de renda nas mãos de poucos. fazendo uma análise rápida da economia global chegamos a conclusão que exitem poucas pessoas ganhando muito e muitas pessoas ganhando pouco.
Na cidade de Macau, a concentração de renda advinda da prefeitura nas mãos de poucas famílias é motivo de enorme insatisfação entre todos os macauenses, é comum ouvirmos reclamações de cidadãos dizendo que a prefeitura empregou muita gente de uma família e esqueceu das outras, existem casos em Macau de famílias com 5 membros empregados ou contratados pela prefeitura.
O caso mais recente constatado na cidade é da família da vereadora Dyana Lira que teve sua irmã, Maria Daely Silva de Lira, contratada pela prefeitura como Encarregada da Elétrica de Alta Tensão, lotada da Secretaria Municipal de Infraestrutura, com uma contrato referente de janeiro a junho de 2017 pelo valor global de 12 mil reais. Ao que consta, a irmã da vereadora trabalha como Encarregada da Elétrica de Alta Tensão, mas não possui sequer um curso de eletricista para que possa de forma técnica fazer jus ao valor do alto contrato que ganhou.


Daely Silva, como é mais conhecida já trabalhou em gestões passadas também por contrato no cargo de Auxiliar de Serviços Gerais no posto de saúde do assentamento Venâncio Zacarias e ganhava um salário mínimo na época.

Fato que chama bastante atenção uma vez que sua família foi apoiadora e fez doações para a campanha do prefeito eleito Túlio Lemos. Atualmente vemos diariamente na televisão políticos envolvidos com empresários em esquemas de doações de campanha em troca de favores.
O Blog é isso aí recentemente fez uma matéria sobre a Vereadora Dyana Lira que teve a empresa da sua mãe beneficiada na gestão Túlio Lemos como o leitor pode conferir clicando AQUI
A empresa da mãe da vereadora Dyana Lira foi beneficiada com um contrato com dispensa de licitação pelo valor de R$ 43.200,00. Pelo aluguel de dois veículos para atender justamente a manutenção da rede elétrica da cidade de Macau, ou seja além da prefeitura gastar mais de 43 mil reais com a empresa da mãe da vereadora e gastar também mais 12 mil reais com o contrato da irmã da vereadora para trabalhar também na parte elétrica do município, o cidadão macauense tem que conviver todos os dias com as ruas escuras pela falta de iluminação pública.
  
A empresa da mãe da vereadora Dyana Lira também foi contratada pela prefeitura para prestar serviços na Secretaria Municipal de Agricultura, pesca e pecuária pelo valor de R$ 36 mil reais.

Se somarmos os valores que a prefeitura de Macau está pagando entre contrato da irmã da vereadora, mais os contratos da empresa da mãe da vereadora chegaremos ao valor de R$ 91.200,00 reais. E se juntarmos a isso o salário de R$ 7.500 reais que a vereadora recebe todo mês, mais verba de gabinete, diárias e todos os benefícios e regalias que um vereador em Macau possui, ultrapassaremos a quantia de 100 mil reais nas mãos de uma única família em Macau, que foi apoiadora e contribuinte para a campanha do prefeito Túlio Lemos.
Enquanto muitos em Macau penam atrás de emprego e renda, uma minoria desfruta do tempo de vacas gordas com o dinheiro do povo.

É isso aí

Por Leandro de Souza 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Não somos responsáveis pelos comentários individuais de cada um, portanto escreva com responsabilidade, não insulte os outros e não faça nada que vá de encontro as leis vigentes.