quinta-feira, 7 de junho de 2018

Perseguição de Túlio faz o futsal de Macau ser suspenso por 4 anos

A liga macauense de futsal que já exportou atletas para o mundo todo está suspensa durante 4 anos de participar de qualquer competição da confederação brasileira de futsal.
O fato se deu após a seleção de Macau não ir participar de um jogo de volta no estado de Pernambuco por não ter recursos financeiros para realizar a viagem.

Semana passada o prefeito de Macau, Túlio Lemos, divulgou no diário oficial do município uma ajuda no valor de 10 mil reais para a liga Macau de futsal para serem gastos durante a competição, mas em virtude do presidente da liga, João Maria Neguinho, ter postado uma foto agradecendo ao vice prefeito Rodrigo Aladim por ter pagado uma taxa de pouco mais de 80 reais para que o primeiro jogo da equipe no campeonato pudesse ser realizado no ginásio de esportes em Macau, o prefeito Túlio Lemos por pura perseguição não efetuou mais o pagamento deixando a seleção de Macau a míngua, sem dinheiro nem pra água, quem dirá viajar para competir em outro estado.
Como punição a confederação brasileira de futsal suspendeu a seleção de Macau por 4 anos.
Mais uma etapa da vingança do prefeito Túlio Lemos contra o povo macauense foi concluída com sucesso.
Túlio Lemos, o perseguidor, não veio para administrar Macau, veio pra se vingar.

É isso aí!
Por Leandro de Souza
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Não somos responsáveis pelos comentários individuais de cada um, portanto escreva com responsabilidade, não insulte os outros e não faça nada que vá de encontro as leis vigentes.