quinta-feira, 12 de julho de 2018

Túlio Lemos adquire equipamento sem licitação

Por meio de nota a prefeitura de Macau informou que o prefeito Túlio Lemos adquiriu uma máquina de autoclave para o hospital Antônio Ferraz, a máquina tem a finalidade de esterilizar todos as ferramentas utilizadas pelos profissionais de saúde, isso seria um ponto positivo para a gestão do prefeito Túlio Lemos se não fosse a forma obscura e ilegal que a máquina foi adquirida.

Uma máquina de autoclave dependendo do modelo pode custar mais de 200 mil reais, mas não temos como afirmar quanto custou a máquina que o prefeito adquiriu pois não foi publicado em diário oficial nenhuma dispensa de licitação para compra do equipamento, muito menos nenhuma licitação foi feita para garantir que a prefeitura comprasse tal máquina a um preço justo.

A licitação serve para que o ente público não seja lesado e sempre que for adquirir produtos ou contratar serviços estes sejam com os melhores preços, mas a máquina de autoclave que Túlio Lemos adquiriu para o município simplesmente chegou misteriosamente ao hospital, ninguém sabe quanto custou, nem a quem ele comprou, ou seja não se sabe de nada.
Qual é a intenção do prefeito Túlio Lemos em esconder os gastos do município que é feito com o dinheiro do povo?
Porque o prefeito Túlio Lemos não quer prestar contas do dinheiro do povo?
O que Túlio Lemos está escondendo do povo macauense? 
É importante ressaltar que no ART. 89, caput, da Lei n. 8.666/93 (Lei de Licitações e Contratos Administrativos)
Dispensar ou inexigir licitação fora das hipóteses previstas em lei, ou deixar de observar as formalidades pertinentes à dispensa ou à inexigibilidade:

Pena - detenção, de 3 (três) a 5 (cinco) anos, e multa.

É isso aí!
Por Leandro de Souza
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Não somos responsáveis pelos comentários individuais de cada um, portanto escreva com responsabilidade, não insulte os outros e não faça nada que vá de encontro as leis vigentes.